quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Editais de ocupação de espaços cênicos da Funarte – 2013.

POST editais ocupacao ceacen


Projetos nas áreas de circo, dança e teatro, de todo o Brasil, podem participar dos processos seletivos.

A Funarte publicou, no dia 18 de dezembro de 2012, nove editais de ocupação de seus espaços direcionados a circo, dança e teatro. Projetos dessas áreas, de todo território nacional, podem concorrer aos processos seletivos. As salas ficam em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). As inscrições estão abertas até o dia 1º de fevereiro de 2013.

As iniciativas contempladas vão apresentar espetáculos, oficinas, debates e outras atividades ligadas às artes cênicas, de abril de 2013 a 1º de dezembro de 2013 – exceto o Teatro Funarte Duse, cujo período será de maio de 2013 a 15 de dezembro de 2013.
O valor total destinado aos editais é de R$ 5.084.000,00, sendo R$ 5 milhões para os projetos e R$ 84 mil para despesas administrativas.
O Centro de Artes Cênicas da Funarte é o responsável por estes editais.
Clique em cada título abaixo, para conhecer todos os editais de ocupação de espaços cênicos da Funarte
Minas Gerais
Rio de Janeiro
Distrito Federal
São Paulo

(Fonte: Portal das Artes / Funarte)

Vídeo Talentos 2a. Edição - Fundación Santander



Por favor, caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, clique aqui 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

1° Encontro de escritores, professores, editores e gestores de literatura, livros e leitura do Paraná.


Acontecerá no dia 13 de dezembro de 2012 em Curitiba, no auditório da Biblioteca Pública do Paraná, o 1° Encontro de escritores, professores, editores e gestores de literatura, livros e leitura do Paraná.

O objetivo do evento é expor aos participantes as metas do Plano Nacional de Cultura, lançado pelo Ministério da Cultura, para a área de Literatura, Livros e Leitura e incentivar o início das discussões para a criação do Plano Estadual de Cultura do Estado do Paraná.

A mesa inicial, que abrirá o evento, será composta por escritores, editores, membro do Conselho de Cultura do Paraná e gestores culturais. A participação está aberta a todos os interessados, especialmente a escritores, poetas, professores de literatura, contadores de história, editores, produtores culturais, gestores da área, grupos artísticos e afins.

O organizador do evento, Jul Leardini, membro do Conselho de Cultura do Paraná, instituído este ano pelo Governo do Estado, Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, representando a área de Literatura, acredita que este evento poderá dar um impulso inicial para os profissionais da área começarem a se mobilizar para buscarem recursos para o setor, auxiliando sobremaneira para o desenvolvimento de todos os eixos de produção como: criação, edição, distribuição, comercialização, leitura e formação.

Também constará da pauta da reunião uma lei específica para o setor que foi escrita em 2011 e está aguardando tramitação na Assembleia Legislativa do Paraná.
 
A mesa que abordará as questões será composta por:

1 - Jul Leardini - do Conselho de Cultura do PR;
2 - Eliane Berger - Coordenadora do FEC - Fórum das Entidades Culturais Curitiba – Paraná;
3 - Tatjane Garcia - Funcionária da Biblioteca Pública do PR;
4 - Um escritor (a ser indicado pela Academia Paranaense de Letras);
5 – Um escritor-poeta independente;
6 – Vera Albuquerque (representante das editoras).

O evento acontecerá com o seguinte cronograma:
 
Data: 13 de dezembro de 2012 (quinta feira)

PRIMEIRA PARTE DO ENCONTRO

Das 10 às 12 horas - Abertura, com exposição dos temas pelos convidados da mesa:
a) Exposição sobre o Plano Nacional de Cultura e o Plano Estadual de Cultura (Jul Leardini);
b) Exposição sobre a necessidade de união de todas as entidades culturais (Eliane Berger);
c) Exposição sobre a Lei que cria o Plano Estadual de Literatura, Livros e Leitura (Tatjane Garcia);
d) Exposição sobre a situação dos autores no PR (escritor convidado);
e) Exposição de um autor independente:
f) Exposição sobre o setor de editoração, distribuição e comercialização. (Vera Albuquerque).
Ao final da manhã, sessão de perguntas e respostas.

Intervalo para almoço: das 12 às 14 horas (todos estarão livres para saírem e almoçarem)

SEGUNDA PARTE DO ENCONTRO

Das 14 às 15h45 - Divisão de grupos de trabalho temáticos, para discutirem e elaborarem propostas para Plano Estadual de Cultura e reformulação da Lei que institui o Plano Estadual de Literatura, Livros e Leitura.

INTERVALO PARA CAFÉ - das 15h45 às 16 horas.

Das 16h00 às 17 horas - Exposição dos Grupos de Trabalho

Das 17 às 18 horas - Levantamento dos resultados do trabalho, discussão sobre continuidade e assinatura de documento oficial do encontro.
  
Serviço: 

1° Encontro de Escritores, Professores, Editores e Gestores de Literatura, Livros e Leitura do PR.
Local: Auditório da Biblioteca Pública do PR.
Endereço: Rua Cândido Lopes, 133 – Centro – Curitiba – Paraná
Data: 13 de dezembro de 2012.
Horário: das 10 às 12 e das 14 às 18 horas.
Informações: (41) 4106-2333 (Jul Leardini)


(Fonte: Jul Leardini)

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Associados criam o Núcleo Paraná da ABCR.



Em reunião realizada no dia 25 de outubro, na sede do Instituto Arayara, associados e outros captadores presentes criaram o Núcleo Paraná da ABCR, que irá representar a organização no Estado e desenvolver atividades em prol dos profissionais paranaenses.

Como Coordenadora do Núcleo PR da ABCR foi escolhida a associada Schirlei Freder (01872), e como Vice-Coordenadora Cristina Miquelin (02119).

O núcleo vinha sendo fomentado desde o final de 2011 por profissionais da área de terceiro setor e que desenvolvem atividades de captação de recursos. Tal iniciativa ocorreu em função da insuficiência de formação e profissionalização regional nesta área, fato que tem trazido uma série de problemas para os profissionais que tem trabalhado com projetos sociais e culturais em todo o Estado do Paraná. Em outubro/2012 foi realizada a reunião mobilização e organização do Núcleo e em novembro/2012 foi aprovada a criação pela Diretoria Nacional da ABCR.

Dentre as atividades que o Núcleo irá desenvolver está palestras com temas de captação de recursos, eventos, e a divulgação do FLAC - Festival ABCR de 2013, em Salvador, para o qual há expectativa de grande participação de captadores do Paraná.

Além desta estruturação inicial, está nos planos do núcleo: fomentar as ações do núcleo com o objetivo de buscar novos associados; estruturar estudos e possíveis projetos para fomento das áreas de Desenvolvimento Local, Saúde, Cultura, Cidades Sustentáveis e Economia Criativa; e promover encontros, cursos e palestras sobre temas relacionados à Captação de recursos.

Para entrar em contato com o Núcleo Paraná da ABCR basta enviar um e-mail para parana@captacao.org.

(Fonte: ABCR Brasil)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Iberescena – teatro, sustentabilidade e economia criativa


Coordenadora da SEC/MinC discute gestão de grupos e redes em MG.

A coordenadora geral de Ações Empreendedoras da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC), Suzete Nunes, participa do Seminário Cultural IBERESCENA – Gestão de Grupos e Redes, que começa nesta quinta-feira (6) e vai até domingo (9) em Nova Lima (MG).

O encontro é promovido pelo grupo de teatro Companhia Suspensa, que está organizando, na região do Vale do Sol localizada no município mineiro, o espaço cultural Centro de Artes Suspensa e Armatrux – Casa. O centro fica próximo à Estação Ecológica de Fechos e recebe outros grupos para ensaios, apresentações de espetáculos e intercâmbios de experiências artísticas.

A ideia é ser um lugar de formação, de diálogos e de múltiplas conexões. “Um espaço em permanente transformação e movimento, sempre aberto à comunidade e pronto para abrigar novos experimentos artísticos”, afirma o grupo.

E o encontro que começa hoje tem por objetivo tratar do assunto sob a perspectiva da sustentabilidade, relacionada às esferas social, econômica e ambiental, com foco na Economia Criativa.


Serviço:
SEMINÁRIO CULTURAL IBERESCENA - GESTÃO DE GRUPOS E REDES

Data: 06 a 09 de dezembro 2012
Local: C.A.S.A. – CENTRO DE ARTE SUSPENSA E ARMATRUX
Endereço: Rua Himalaia, 69, Nova Lima. Minas Gerais
Horário: quinta a sábado de 09h às 17h, e no domingo de 09h às 13h
Informações: (31) 3517-8284
Aberto ao público
http://www.casa.art.br/

(Fonte:  Ascom SEC/MinC)

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Galeria de Arte Digital SESI-SP - Workshops e palestras - Vagas limitadas!‏

Inauguração acontece no dia 3 de dezembro, às 20h30, quando as luzes serão ligadas.

Galeria de Arte Digital do SESI-SP é um presente da Fiesp e da indústria paulista à cidade, e será permanente.

O prédio da Fiesp, um dos principais cartões postais paulistanos, será transformado em um espaço inédito e permanente de arte digital para exibição de obras visuais a céu aberto. A partir de 3 de dezembro, às 20h30, quando as luzes forem ligadas, a fachada e as laterais do prédio passam a exibir a primeira galeria de arte digital da América Latina: a Galeria de Arte Digital do SESI-SP.

Com 26.241 mil clusters, cada um formado por 4 lâmpada de LED, instalados em 3.700 m² da estrutura metálica que reveste o prédio da Fiesp, o novo espaço cultural transmitirá até 4,3 bilhões de combinações de cores. A inauguração é também a primeira edição do SP_Urban Digital Festival, com curadoria da brasileira Marília Pasculli e da alemã Susa Pop.


Durante o festival que será realizado até o final de dezembro, todas as noites das 20 às 6 horas, o edifício icônico da avenida Paulista será uma grande tela urbana de novas formas de expressão de arte digital.


Segundo Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do SESI-SP, a Galeria Digital do SESI-SP é um presente das entidades da Indústria para São Paulo. “A cidade é pulsante e efervescente durante o dia e a noite. A galeria, baseada em tecnologia e modernidade, traduzirá esse ritmo produtivo e será mais um marco de São Paulo, como existem poucos no mundo.”


O SP_Urban Digital Festival segue o conceito de Media Facade – a transformação de fachadas arquitetônicas em “telas” para exibição de obras audiovisuais. Nesta edição, serão expostos trabalhos dos artistas paulistanos VJ Spetto (United VJs), o coletivo BijaRi e Goma Oficina, além dos internacionais Esteban Gutierrez, da Colômbia, do francês Antoine Schmitt, e da dupla Mar Carnet & Varvara Guljajeva, respectivamente da Espanha e Estônia. Cada artista terá cinco dias do festival dedicados exclusivamente à transmissão de sua obra, das 20 horas às 23h. Entre 23h e uma da manhã, o trabalho de Antoine Schmitt tomará conta do prédio durante todo o mês de dezembro. A partir desse horário, a programação se torna mista e randômica até as 6 horas.


A obra do francês Antoine Schmitt, renomado mundialmente pelo projeto “City Sleep Light,” será um dos destaques do festival. Traduzida como “luz do sono da cidade”, tem como matéria-prima os dados de atividades socioeconômicas do local onde está sendo realizado. Estes dados são recolhidos a partir de um software que coleta os códigos de fluxos disponíveis na internet de uma cidade específica: trânsito, transações bancárias e movimentação nas redes sociais, por exemplo. Quando a cidade vai dormir, Antoine transforma estes códigos em pulsações de luz branca. Todos os pixels piscam juntos, transformando o edifício em um organismo vivo, que “respira” de acordo com o ritmo da cidade. “Será como observar os batimentos cardíacos da capital paulistana a cada noite”, diz a curadora Marilia Pasculli.


Alguns exemplos de edifícios que sediaram galerias de arte digital em suas fachadas são o ARS Electronica Center, na Áustria; a UNIQA Tower, em Viena; o Shopping ILUMA em Cingapura; o MediaLab-Prado, na Espanha, além do renomado Media Facades Festival, que acontece desde 2008 em diversas cidades da Europa.

SP_URBAN DIGITAL FESTIVAL – 1a edição/ Artistas


Vj Spetto – Brasil
Pioneiro na arte de videoremixar no Brasil, é considerado uma das maiores referências mundiais no assunto. Atua desde 1997 como VJ, vídeoperformer, programador, vídeodesigner. Desenvolve tecnologias para manipulação ao vivo de imagens utilizando softwares e hardwares resultantes de suas pesquisas. Desde 2002, ministra regularmente palestras e workshops em instituições renomadas de ensino do mundo todo.


Antoine Schmitt – França
Artista com formação em engenharia de programação, é especialista em criar instalações que explorem as relações homem-computador e inteligência artificial. Suas obras são instalações interativas, traduzindo em movimentos ritmicos os códigos e dados de processamento específicos. Antoine já ganhou diversos prêmios internacionais, entre eles o Transmediale (Berlim) e o International Festival of Video-Dance, promovido pela UNESCO. Participou de exposições em renomadas instituições como o Centre Georges Pompidou (Paris, França), Sonar (Barcelona, Espanha) e Ars Electronica (Linz, Áustria).

Esteban Gutierrez – Colômbia

É especialista em desenho multimídia. Gutierrez programa suas próprias ferramentas de arte eletrônica. Participou de várias exposições coletivas e individuais na América Latina e Europa, onde ganhou por dois anos consecutivos o Prémio Joven de Artes Plásticas (Espanha, 2009 e 2010). Ministra regularmente palestras e conferências tendo como tema central a arte digital.


BijaRi - Brasil
Coletivo de criações de artes visuais e multimídia formado em 1996 por arquitetos e artistas plásticos. Especializado em realização de projetos artísticos em diversos suportes e tecnologias, o grupo atua entre os meios analógicos e digitais propondo experimentações estéticas, sobretudo de caráter crítico. Intervenções urbanas, performances, vídeo, design e web design tornam-se meios para estabelecer possibilidades de vivências onde a realidade é questionada.


Goma Oficina - Brasil
A Goma Oficina é um grupo de jovens artistas e arquitetos especializados na criação de obras que experimentam as particularidades de intervenção urbana através de recursos multimídia e objetos cenográficos esculturais em espaços públicos. Participaram do festival URBE - Mostra de Arte Pública (São Paulo, 2012) e assinam a autoria do projeto "As paredes vão dançar", que explora sensações de mobilidade e ilusão de óptica em edifícios da cidade de São Paulo.


Mar Canet & Varvara Guljajeva - Espanha/ Estônia
Mar é um interdisciplinar com formação em Arte, Design, desenvolvimento de jogos e interfaces culturais. Trabalhou como engenheiro criativo na renomada instituição de arte eletrônica Ars Electronica Futurelab (Linz, Áustria). Co-fundador dos coletivos de arte digital Derivart e Lummo. Participou de diversas exposições internacionais, entre elas o Media Facades Festival Europe 2010. Desde 2011, participa de residências artísticas, juntamente com a artista Varvara Guljajeva, nas seguintes instituições culturais: IAMAS (Japão), FACT Liverpool (Inglaterra), MU Gallery (Holanda), STPLN em Malmö (Suécia), Verbeken Foundation (Bélgica), Marginalia+lab (Belo Horizonte).

SP_URBAN DIGITAL FESTIVAL - Side Events

Paralelamente à exposição, o SP_Urban Digital Festival desenvolveu um plano pedagógico que realizará oficinas com questões conceituais e estéticas do projeto. “O link entre arquitetura e arte digital”, “Experimentações no cenário urbano”, “Arquiteturas mutantes”, “Interação do cidadão com a cidade” e “A criação de um canal de difusão de arte visual” serão alguns dos temas abordados.
04/12, das 20h às 22h – Espaço Mezanino / 50 pessoas
 

Susa Pop
Palestra: Fachadas multimídia: desafios e potencialidades
Ministrada pela alemã Susa Pop, que é diretora e fundadora do Public Art Lab e responsável pela criação de renomados festivais de arte de novas mídias na Alemanha, como Media Facades Festival, Mobile Studios e Mobile Museums. Realiza conferências e workshops em todo o mundo na área de mídias urbanas. A palestra evidencia os desafios e benefícios das fachadas de arte multimídia para os centros urbanos, as possibilidades de integração de várias cidades através das novas tecnologias (projeto Connecting Cities) e o desenvolvimento de uma audiência consciente e ativa. Demonstração de ações inovadoras já implementadas e projetos em desenvolvimento pelo mundo.

05/12, das 20h às 21h30 – Espaço Mezanino / 50 pessoas
 

VJ Spetto
Palestra: Arte nos espaços públicos
Ministrada pelo VJ Spetto, a palestra visa mostrar os fatores na história da arte e da arquitetura que levaram a repercussão da arte nos espaços públicos e seu impacto e importância na sociedade atual. As fachadas das cidades como páginas em branco onde se pode comunicar e expressar ideias. Abordagem da prática do graffite como percussor da arte nos espaços públicos e a relação na tendência de incorporar recursos de iluminação e técnicas interativas como o vídeo mapping, possibilitando ao criador plena liberdade de atuação. Exemplificar os métodos de pintura digital que não alteram ou atacam fisicamente os edifícios, mas emitem luz sobre eles, tornando possível não só pintar, alterar a estética das cidades, como também difundir ideias e mensagens. Apresentação de projetos realizados pelo próprio artista no espaço público.

05/12, das 16h às 19h – 06/12 e 07/12, das 18h30 às 21h30 – Espaço Mezanino / 15 pessoas
 

Esteban Gutierrez
Workshop: Material digital na criação artística
Workshop de produção de conteúdo digital ministrada pelo artista Esteban Gutierrez. Uma introdução à inovação na produção artística, na qual a sensorialidade e a emoção humana surgem como aspectos fundamentais do processo de criação dos artistas e vídeo makers. Abordagem do uso de tecnologias emergentes na criação de instalações artísticas. Descrição sobre a criação de ferramentas originais e softwares para fins artísticos específicos (Processing). Apresentação de casos de sucesso e discussão coletiva das diferentes proposições. Aula prática - criação de conteúdo digital a ser transmitido na plataforma.


Serviço:

Inauguração do SP_Urban Digital Festival – 1a edição
Dia 03/12/12, às 20h30
Local: Prédio da FIESP/ SESI-SP
Av. Paulista, 1313.
 

Programação com todas as obras.
Após, todos os dias, das 20h às 06h, até 31/12/12


Palestras e Workshops:
Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso
Informações e reservas para as palestras e workshop: (11) 3146-7383
Espaço Mezanino – Av. Paulista, 1313 – Metrô Trianon/Masp
Gratuito


Programação de 04/12 a 31/12:
20h às 23h – obra de um artista específico*
23h à 01h – Antoine Schmitt ("City Sleep Light", obra de programação pulsante de acordo com dados diários da cidade)
01h às 06h – programação mista e randômica

 De 04/12 a 08/12: VJ Spetto com a obra “Inter Freak Quência”;
       09/12 a 13/12: Mar Canet & Varvara Guljajeva com a obra “O Ritmo de São Paulo”;
       14/12 a 18/12: BijaRi com a obra “Metacidade”;
       19/12 a 23/12: Esteban Gutierrez com a obra “Construcción de Idea (São Paulo – Bogotá)”;
       23/12 a 27/12: Goma Oficina com a obra “Homo Ludens”;
       28/12 a 31/12: todos.


Créditos:

Idealização: Verve Cultural
Realização: Fiesp e SESI-SP
Produção Executiva: Verve Cultural
Curadoria: Marília Pasculli
Patrocínio: SESI-SP

www.spurban.com.br
Facebook: SPUrbanDigitalFestival
Twitter: @spurban
Instagram: @spurban


Assessoria de Imprensa:

SESI-SP e SENAI-SP/ FIESP
Jornalistas: Rosângela Gallardo e Danusa Etcheverria
Tel.: (11) 3146-7703/ 7702/ 7706
E-mail: imprensa@sesisenaisp.org.br
www.sesisp.org.br/cultura
www.sesisp.org.br e www.sp.senai.br


AGÊNCIA CULTURAL
55.11.3120-6447
Fabiana Batistela – 55.11.9.9719-5558 / fabiana@inker.art.br
Nathalia Birkholz – 55.11.9.9232-6387 / nathalia@inker.art.br
www.inker.art.br
www.facebook.com/InkerAgenciaCultural
@Inker_Agencia

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

BID lança convocatória para financiar projetos culturais.



Representações do BID na América Latina e no Caribe receberão propostas para financiamento

O Centro Cultural do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou uma convocatória para financiar pequenos projetos de desenvolvimento cultural na América Latina e no Caribe.

As propostas deverão ser enviadas antes do dia 31 de janeiro de 2013 para as Representações do BID nos 26 países da América Latina e do Caribe. Para obter informações sobre o processo do concurso, visite Programa de Desenvolvimento Cultural do BID 2013

Os projetos serão avaliados de acordo com sua viabilidade, alcance educativo, uso eficaz de recursos, capacidade de mobilizar recursos financeiros adicionais e impacto de longo prazo sobre a comunidade. O BID pode aprovar entre US$3.000 e US$7.000 dólares por projeto. As organizações serão responsáveis pela obtenção de recursos adicionais para completar a implementação.

Através do Programa de Desenvolvimento Cultural, o BID tem parcerias com 560 instituições na promoção da preservação e recuperação de tradições e conservação do patrimônio cultural para contribuir ao desenvolvimento da comunidade por meio de atividades econômicas e sociais de forma sustentável.

“Esperamos propostas de instituições comprometidas com o desenvolvimento humano de suas comunidades que buscam a transferência de conhecimento nas áreas de preservação e restauração do património cultural, recuperação de tradições e desenvolvimento de manifestações artísticas”, disse Iván Duque Márquez, chefe da Divisão Assuntos Culturais, Solidariedade e Criatividade do BID e responsável pelo Centro Cultural do BID, que lançou oficialmente o convite para toda a região durante a XII Reunião Anual da Sociedade Civil do BID em El Salvador em 25-26 de outubro.

(Fonte: BID)

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Edital União Européia - Cultura


Chamada de Projetos

Investir nas Pessoas

Colaboração à Cultura como vetor de democracia e crescimento econômico.

União Europeia.


Prazo para envio de documentos:

18 de dezembro de 2012 – até as 16:00 horas (horário de Bruxelas)



 
Objetivos do Programa e Prioridades
O objetivo global da chamada de propostas é apoiar a cultura como vetor de democratização, diversidade e desenvolvimento sócio econômico.
A cultura – e o setor cultural, se entende em um sentido amplo em consonância com a definição em vigor contida no estudo “Economia da Cultura na Europa” e no Livro verde da Comissão Européia – Liberar o potencial das industrias culturais critativas.
Neste sentido, a cultura inclui expressões, atividades, bens e serviços relacionados com:
-setores artisticos: artes cênicas, artes visuais, literatura e patrimônio cultural e arquitetônico;
-indústrias culturais: aquelas que produzem e distribuem bens e serviços que, quando considerados os seus atributos, seu uso e seus propósitos específicos, absorvem e transmitem expressões culturais, independente do valor comercial que possam ter – cinema, DVD, vídeo, televisão e rádio, vídeo games, novos meios de comunicação, música, livros e imprensa;
-indústrias criativas: aquelas que utilizam a cultura como matéria prima porém cuja produção é principalmente funcional – arquitetura, desenho gráfico, moda e publicidade;
Os agentes culturais abraçam todos os tipos de organizações e as pessoas que trabalham no âmbito da cultura, de acordo com o definido anteriormente.

A chamada de projetos se divide em dois lotes, que correspondem aos objetivos específicos diferentes, assim distribuídos:
Lote 01 – favorecer as expressões culturais que fomentem a diversidade, o diálogo intercultural e os direitos humanos e culturais, no contexto da reconciliação, a resolução de conflitos e a democratização;
Lote 02 – Reforçar as capacidades dos agentes culturais para o desenvolvimento de um setor cultural dinâmico e que contribua para o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável.

Valores por projeto:
-Financiamento mínimo 300.000 EUR
-Financiamento máximo 1.000.000 EUR

O Edital:
O edital e todos os documentos necessários aqui.
 (Fonte: http://webgate.ec.europa.eu)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...