sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Galeria de Arte Digital SESI-SP - Workshops e palestras - Vagas limitadas!‏

Inauguração acontece no dia 3 de dezembro, às 20h30, quando as luzes serão ligadas.

Galeria de Arte Digital do SESI-SP é um presente da Fiesp e da indústria paulista à cidade, e será permanente.

O prédio da Fiesp, um dos principais cartões postais paulistanos, será transformado em um espaço inédito e permanente de arte digital para exibição de obras visuais a céu aberto. A partir de 3 de dezembro, às 20h30, quando as luzes forem ligadas, a fachada e as laterais do prédio passam a exibir a primeira galeria de arte digital da América Latina: a Galeria de Arte Digital do SESI-SP.

Com 26.241 mil clusters, cada um formado por 4 lâmpada de LED, instalados em 3.700 m² da estrutura metálica que reveste o prédio da Fiesp, o novo espaço cultural transmitirá até 4,3 bilhões de combinações de cores. A inauguração é também a primeira edição do SP_Urban Digital Festival, com curadoria da brasileira Marília Pasculli e da alemã Susa Pop.


Durante o festival que será realizado até o final de dezembro, todas as noites das 20 às 6 horas, o edifício icônico da avenida Paulista será uma grande tela urbana de novas formas de expressão de arte digital.


Segundo Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do SESI-SP, a Galeria Digital do SESI-SP é um presente das entidades da Indústria para São Paulo. “A cidade é pulsante e efervescente durante o dia e a noite. A galeria, baseada em tecnologia e modernidade, traduzirá esse ritmo produtivo e será mais um marco de São Paulo, como existem poucos no mundo.”


O SP_Urban Digital Festival segue o conceito de Media Facade – a transformação de fachadas arquitetônicas em “telas” para exibição de obras audiovisuais. Nesta edição, serão expostos trabalhos dos artistas paulistanos VJ Spetto (United VJs), o coletivo BijaRi e Goma Oficina, além dos internacionais Esteban Gutierrez, da Colômbia, do francês Antoine Schmitt, e da dupla Mar Carnet & Varvara Guljajeva, respectivamente da Espanha e Estônia. Cada artista terá cinco dias do festival dedicados exclusivamente à transmissão de sua obra, das 20 horas às 23h. Entre 23h e uma da manhã, o trabalho de Antoine Schmitt tomará conta do prédio durante todo o mês de dezembro. A partir desse horário, a programação se torna mista e randômica até as 6 horas.


A obra do francês Antoine Schmitt, renomado mundialmente pelo projeto “City Sleep Light,” será um dos destaques do festival. Traduzida como “luz do sono da cidade”, tem como matéria-prima os dados de atividades socioeconômicas do local onde está sendo realizado. Estes dados são recolhidos a partir de um software que coleta os códigos de fluxos disponíveis na internet de uma cidade específica: trânsito, transações bancárias e movimentação nas redes sociais, por exemplo. Quando a cidade vai dormir, Antoine transforma estes códigos em pulsações de luz branca. Todos os pixels piscam juntos, transformando o edifício em um organismo vivo, que “respira” de acordo com o ritmo da cidade. “Será como observar os batimentos cardíacos da capital paulistana a cada noite”, diz a curadora Marilia Pasculli.


Alguns exemplos de edifícios que sediaram galerias de arte digital em suas fachadas são o ARS Electronica Center, na Áustria; a UNIQA Tower, em Viena; o Shopping ILUMA em Cingapura; o MediaLab-Prado, na Espanha, além do renomado Media Facades Festival, que acontece desde 2008 em diversas cidades da Europa.

SP_URBAN DIGITAL FESTIVAL – 1a edição/ Artistas


Vj Spetto – Brasil
Pioneiro na arte de videoremixar no Brasil, é considerado uma das maiores referências mundiais no assunto. Atua desde 1997 como VJ, vídeoperformer, programador, vídeodesigner. Desenvolve tecnologias para manipulação ao vivo de imagens utilizando softwares e hardwares resultantes de suas pesquisas. Desde 2002, ministra regularmente palestras e workshops em instituições renomadas de ensino do mundo todo.


Antoine Schmitt – França
Artista com formação em engenharia de programação, é especialista em criar instalações que explorem as relações homem-computador e inteligência artificial. Suas obras são instalações interativas, traduzindo em movimentos ritmicos os códigos e dados de processamento específicos. Antoine já ganhou diversos prêmios internacionais, entre eles o Transmediale (Berlim) e o International Festival of Video-Dance, promovido pela UNESCO. Participou de exposições em renomadas instituições como o Centre Georges Pompidou (Paris, França), Sonar (Barcelona, Espanha) e Ars Electronica (Linz, Áustria).

Esteban Gutierrez – Colômbia

É especialista em desenho multimídia. Gutierrez programa suas próprias ferramentas de arte eletrônica. Participou de várias exposições coletivas e individuais na América Latina e Europa, onde ganhou por dois anos consecutivos o Prémio Joven de Artes Plásticas (Espanha, 2009 e 2010). Ministra regularmente palestras e conferências tendo como tema central a arte digital.


BijaRi - Brasil
Coletivo de criações de artes visuais e multimídia formado em 1996 por arquitetos e artistas plásticos. Especializado em realização de projetos artísticos em diversos suportes e tecnologias, o grupo atua entre os meios analógicos e digitais propondo experimentações estéticas, sobretudo de caráter crítico. Intervenções urbanas, performances, vídeo, design e web design tornam-se meios para estabelecer possibilidades de vivências onde a realidade é questionada.


Goma Oficina - Brasil
A Goma Oficina é um grupo de jovens artistas e arquitetos especializados na criação de obras que experimentam as particularidades de intervenção urbana através de recursos multimídia e objetos cenográficos esculturais em espaços públicos. Participaram do festival URBE - Mostra de Arte Pública (São Paulo, 2012) e assinam a autoria do projeto "As paredes vão dançar", que explora sensações de mobilidade e ilusão de óptica em edifícios da cidade de São Paulo.


Mar Canet & Varvara Guljajeva - Espanha/ Estônia
Mar é um interdisciplinar com formação em Arte, Design, desenvolvimento de jogos e interfaces culturais. Trabalhou como engenheiro criativo na renomada instituição de arte eletrônica Ars Electronica Futurelab (Linz, Áustria). Co-fundador dos coletivos de arte digital Derivart e Lummo. Participou de diversas exposições internacionais, entre elas o Media Facades Festival Europe 2010. Desde 2011, participa de residências artísticas, juntamente com a artista Varvara Guljajeva, nas seguintes instituições culturais: IAMAS (Japão), FACT Liverpool (Inglaterra), MU Gallery (Holanda), STPLN em Malmö (Suécia), Verbeken Foundation (Bélgica), Marginalia+lab (Belo Horizonte).

SP_URBAN DIGITAL FESTIVAL - Side Events

Paralelamente à exposição, o SP_Urban Digital Festival desenvolveu um plano pedagógico que realizará oficinas com questões conceituais e estéticas do projeto. “O link entre arquitetura e arte digital”, “Experimentações no cenário urbano”, “Arquiteturas mutantes”, “Interação do cidadão com a cidade” e “A criação de um canal de difusão de arte visual” serão alguns dos temas abordados.
04/12, das 20h às 22h – Espaço Mezanino / 50 pessoas
 

Susa Pop
Palestra: Fachadas multimídia: desafios e potencialidades
Ministrada pela alemã Susa Pop, que é diretora e fundadora do Public Art Lab e responsável pela criação de renomados festivais de arte de novas mídias na Alemanha, como Media Facades Festival, Mobile Studios e Mobile Museums. Realiza conferências e workshops em todo o mundo na área de mídias urbanas. A palestra evidencia os desafios e benefícios das fachadas de arte multimídia para os centros urbanos, as possibilidades de integração de várias cidades através das novas tecnologias (projeto Connecting Cities) e o desenvolvimento de uma audiência consciente e ativa. Demonstração de ações inovadoras já implementadas e projetos em desenvolvimento pelo mundo.

05/12, das 20h às 21h30 – Espaço Mezanino / 50 pessoas
 

VJ Spetto
Palestra: Arte nos espaços públicos
Ministrada pelo VJ Spetto, a palestra visa mostrar os fatores na história da arte e da arquitetura que levaram a repercussão da arte nos espaços públicos e seu impacto e importância na sociedade atual. As fachadas das cidades como páginas em branco onde se pode comunicar e expressar ideias. Abordagem da prática do graffite como percussor da arte nos espaços públicos e a relação na tendência de incorporar recursos de iluminação e técnicas interativas como o vídeo mapping, possibilitando ao criador plena liberdade de atuação. Exemplificar os métodos de pintura digital que não alteram ou atacam fisicamente os edifícios, mas emitem luz sobre eles, tornando possível não só pintar, alterar a estética das cidades, como também difundir ideias e mensagens. Apresentação de projetos realizados pelo próprio artista no espaço público.

05/12, das 16h às 19h – 06/12 e 07/12, das 18h30 às 21h30 – Espaço Mezanino / 15 pessoas
 

Esteban Gutierrez
Workshop: Material digital na criação artística
Workshop de produção de conteúdo digital ministrada pelo artista Esteban Gutierrez. Uma introdução à inovação na produção artística, na qual a sensorialidade e a emoção humana surgem como aspectos fundamentais do processo de criação dos artistas e vídeo makers. Abordagem do uso de tecnologias emergentes na criação de instalações artísticas. Descrição sobre a criação de ferramentas originais e softwares para fins artísticos específicos (Processing). Apresentação de casos de sucesso e discussão coletiva das diferentes proposições. Aula prática - criação de conteúdo digital a ser transmitido na plataforma.


Serviço:

Inauguração do SP_Urban Digital Festival – 1a edição
Dia 03/12/12, às 20h30
Local: Prédio da FIESP/ SESI-SP
Av. Paulista, 1313.
 

Programação com todas as obras.
Após, todos os dias, das 20h às 06h, até 31/12/12


Palestras e Workshops:
Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso
Informações e reservas para as palestras e workshop: (11) 3146-7383
Espaço Mezanino – Av. Paulista, 1313 – Metrô Trianon/Masp
Gratuito


Programação de 04/12 a 31/12:
20h às 23h – obra de um artista específico*
23h à 01h – Antoine Schmitt ("City Sleep Light", obra de programação pulsante de acordo com dados diários da cidade)
01h às 06h – programação mista e randômica

 De 04/12 a 08/12: VJ Spetto com a obra “Inter Freak Quência”;
       09/12 a 13/12: Mar Canet & Varvara Guljajeva com a obra “O Ritmo de São Paulo”;
       14/12 a 18/12: BijaRi com a obra “Metacidade”;
       19/12 a 23/12: Esteban Gutierrez com a obra “Construcción de Idea (São Paulo – Bogotá)”;
       23/12 a 27/12: Goma Oficina com a obra “Homo Ludens”;
       28/12 a 31/12: todos.


Créditos:

Idealização: Verve Cultural
Realização: Fiesp e SESI-SP
Produção Executiva: Verve Cultural
Curadoria: Marília Pasculli
Patrocínio: SESI-SP

www.spurban.com.br
Facebook: SPUrbanDigitalFestival
Twitter: @spurban
Instagram: @spurban


Assessoria de Imprensa:

SESI-SP e SENAI-SP/ FIESP
Jornalistas: Rosângela Gallardo e Danusa Etcheverria
Tel.: (11) 3146-7703/ 7702/ 7706
E-mail: imprensa@sesisenaisp.org.br
www.sesisp.org.br/cultura
www.sesisp.org.br e www.sp.senai.br


AGÊNCIA CULTURAL
55.11.3120-6447
Fabiana Batistela – 55.11.9.9719-5558 / fabiana@inker.art.br
Nathalia Birkholz – 55.11.9.9232-6387 / nathalia@inker.art.br
www.inker.art.br
www.facebook.com/InkerAgenciaCultural
@Inker_Agencia

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

BID lança convocatória para financiar projetos culturais.



Representações do BID na América Latina e no Caribe receberão propostas para financiamento

O Centro Cultural do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou uma convocatória para financiar pequenos projetos de desenvolvimento cultural na América Latina e no Caribe.

As propostas deverão ser enviadas antes do dia 31 de janeiro de 2013 para as Representações do BID nos 26 países da América Latina e do Caribe. Para obter informações sobre o processo do concurso, visite Programa de Desenvolvimento Cultural do BID 2013

Os projetos serão avaliados de acordo com sua viabilidade, alcance educativo, uso eficaz de recursos, capacidade de mobilizar recursos financeiros adicionais e impacto de longo prazo sobre a comunidade. O BID pode aprovar entre US$3.000 e US$7.000 dólares por projeto. As organizações serão responsáveis pela obtenção de recursos adicionais para completar a implementação.

Através do Programa de Desenvolvimento Cultural, o BID tem parcerias com 560 instituições na promoção da preservação e recuperação de tradições e conservação do patrimônio cultural para contribuir ao desenvolvimento da comunidade por meio de atividades econômicas e sociais de forma sustentável.

“Esperamos propostas de instituições comprometidas com o desenvolvimento humano de suas comunidades que buscam a transferência de conhecimento nas áreas de preservação e restauração do património cultural, recuperação de tradições e desenvolvimento de manifestações artísticas”, disse Iván Duque Márquez, chefe da Divisão Assuntos Culturais, Solidariedade e Criatividade do BID e responsável pelo Centro Cultural do BID, que lançou oficialmente o convite para toda a região durante a XII Reunião Anual da Sociedade Civil do BID em El Salvador em 25-26 de outubro.

(Fonte: BID)

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Edital União Européia - Cultura


Chamada de Projetos

Investir nas Pessoas

Colaboração à Cultura como vetor de democracia e crescimento econômico.

União Europeia.


Prazo para envio de documentos:

18 de dezembro de 2012 – até as 16:00 horas (horário de Bruxelas)



 
Objetivos do Programa e Prioridades
O objetivo global da chamada de propostas é apoiar a cultura como vetor de democratização, diversidade e desenvolvimento sócio econômico.
A cultura – e o setor cultural, se entende em um sentido amplo em consonância com a definição em vigor contida no estudo “Economia da Cultura na Europa” e no Livro verde da Comissão Européia – Liberar o potencial das industrias culturais critativas.
Neste sentido, a cultura inclui expressões, atividades, bens e serviços relacionados com:
-setores artisticos: artes cênicas, artes visuais, literatura e patrimônio cultural e arquitetônico;
-indústrias culturais: aquelas que produzem e distribuem bens e serviços que, quando considerados os seus atributos, seu uso e seus propósitos específicos, absorvem e transmitem expressões culturais, independente do valor comercial que possam ter – cinema, DVD, vídeo, televisão e rádio, vídeo games, novos meios de comunicação, música, livros e imprensa;
-indústrias criativas: aquelas que utilizam a cultura como matéria prima porém cuja produção é principalmente funcional – arquitetura, desenho gráfico, moda e publicidade;
Os agentes culturais abraçam todos os tipos de organizações e as pessoas que trabalham no âmbito da cultura, de acordo com o definido anteriormente.

A chamada de projetos se divide em dois lotes, que correspondem aos objetivos específicos diferentes, assim distribuídos:
Lote 01 – favorecer as expressões culturais que fomentem a diversidade, o diálogo intercultural e os direitos humanos e culturais, no contexto da reconciliação, a resolução de conflitos e a democratização;
Lote 02 – Reforçar as capacidades dos agentes culturais para o desenvolvimento de um setor cultural dinâmico e que contribua para o crescimento econômico e o desenvolvimento sustentável.

Valores por projeto:
-Financiamento mínimo 300.000 EUR
-Financiamento máximo 1.000.000 EUR

O Edital:
O edital e todos os documentos necessários aqui.
 (Fonte: http://webgate.ec.europa.eu)

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Ibram lança consulta pública para Programa Nacional de Educação Museal.


O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) deu início ao processo de consulta pública para a formulação de um Programa Nacional de Educação Museal (PNEM).

O objetivo do PNEM é subsidiar a atuação profissional dos educadores de museus, fortalecer o campo profissional e garantir condições mínimas para a realização das práticas educacionais nos museus e em outros espaços culturais.

Servidores e colaboradores do Ibram, além de interessados em geral, podem participar online da elaboração colaborativa do programa, que pretende constituir diretrizes sobre o tema a partir de nove eixos temáticos e de documentos de referência.

O Programa Nacional de Educação Museal será construído em alinhamento com marcos estruturantes e legais dos campos cultural e museal brasileiro, como a Política Nacional de Museus (PNM), o Plano Nacional de Cultura (PNC), o Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM) e o Estatuto de Museus – Lei 11.904/2009.

Blogue

Para que todos os cidadãos possam discutir as propostas de forma ampla, foi criado o Blogue do PNEM. A plataforma virtual dispõe nove fóruns, cada um relacionado a um eixo temático do PNEM, formando igual número de Grupos de Trabalho (GTs).

Os fóruns virtuais serão abertos no dia 26 de novembro e receberão contribuições durante 90 dias a partir de então. O documento final será consolidado em um encontro presencial com a participação de interessados.

(Fonte: Ascom/Ibram)

Pensamentos e Ações − Seminário Internacional de Cultura e Formação.


Três eixos temáticos nortearão o evento Pensamentos e Ações – Seminário Internacional de Cultura e Formação, que acontece no Itaú Cultural, de 28 a 30 de novembro. Arte e Cultura na Vida das Pessoas; Mediação, Formação e Educação; e Estratégias e Possibilidades. Com o objetivo de discutir formação e arte no Brasil e na América Latina, a partir desses temas, o evento inclui mesas-redondas diárias e painéis de relatos de experiência.

O encontro de três dias terá transmissão ao vivo das palestras e painéis pelo site do Itaú Cultural, com tradução simultânea em português e espanhol. A cobertura do seminário poderá ser acompanhada também pelo blog do evento.

No primeiro dia, 28, a mesa falará sobre Arte e Cultura na Vida das Pessoas, das 16h30 às 19h30. Com mediação de Ilana Seltzer Goldstein, o debate terá como participantes Celio Turino (Cultura Viva e Pontos de Cultura pela América Latina), Jesús Carillo (Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, em Madri, Espanha) e Marcelo Evelin (Núcleo do Dirceu). Turino fará um balanço do programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura, que criou mais de 3 mil Pontos de Cultura em cerca de mil municípios. Jesús Carillo falará sobre a atual crise institucional pela qual estão passando os museus de arte. Já Marcelo Evelin contará sobre a experiência do Núcleo do Dirceu, galpão artístico em Teresina (PI) onde são desenvolvidos diversos projetos e criações comprometidas com a autonomia artística horizontal.

Mediação, Formação, Educação é o tema da mesa do dia 29, com mediação de José Marcio Barros e participação de Francisca Caporali (Ja.Ca – Jardim Canadá Centro de Arte e Tecnologia, em Belo Horizonte), Janaína Melo (Escola do Olhar, do Museu de Arte do Rio/MAR) e José Mac Gregor (Instituto de Cultura do Município de Querétaro, no México). Esta mesa propõe uma reflexão sobre o tema em dois eixos: os limites e os alcances da educação não formal e sua relação com a educação formal; e os diferentes agentes que, no mundo contemporâneo, realizam trabalho de formação em arte e cultura.

Mediada por Cibele Rizek, a última mesa, Estratégias e Possibilidades, que acontece no dia 30, os debatedores Carlos Rendon, Fernando García Barros e Ivana Bentes farão uma reflexão sobre metodologias para o desenvolvimento de processos educativos que não eliminem a sensibilidade, a liberdade, a criatividade, a curiosidade, o criticismo e a alteridade. Rendon abordará o projeto Museo y Territorios, estratégia de construção de pontes e de diálogo entre o Museu de Antioquia (Colômbia) e a comunidade. O projeto mARTadero, de Cochabamba (Bolívia), será o caso abordado por Fernando García Barros. Já Ivana Bentes falará sobre os projetos coordenados por ela: Laboratório Cultura Viva, de apoio e fomento à produção audiovisual dos Pontos de Cultura, em parceria com o MinC, e Pontão de Cultura Digital da ECO/UFRJ.

Conheça a programação na íntegra .

(Fonte: Itaú Cultural)

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Prêmio Culturas Populares 2012

O Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural publicou no ultimo dia 05 no Diário Oficial da União (Seção 3, págs 23 a 26) Edital de Divulgação nº 2, de 1º de novembro de 2012, do Prêmio Culturas Populares 2012. O concurso terá suas inscrições abertas a partir de 5 de janeiro de 2013 e, nesta edição homenageia o ator, produtor e cineasta Amácio Mazzaropi, que nascido em São Paulo, em 9 de abril de 1912, completaria, neste ano, 100 anos.

O Prêmio terá investimento total de R$ 5 milhões que serão distribuídos entre 350 premiados – incluindo o homenageado – dentre Mestres (170 prêmios), Grupos/Comunidades (170 prêmios) e Mestres in memoriam (10 prêmios).

O concurso visa reconhecer e premiar a atuação de Mestres e Grupos/Comunidades responsáveis por iniciativas exemplares que envolvam as expressões das culturas populares brasileiras. De acordo com o edital, entende-se por iniciativas exemplares, as que envolvam as expressões das culturas populares brasileiras como ações e trabalhos, individuais ou coletivos, que fortalecem as expressões culturais populares, contribuindo para sua continuidade e para a manutenção dinâmica das diferentes identidades culturais no Brasil.

Também podem participar do edital projetos que desenvolvam atividades de retomada de práticas populares em processo de esquecimento e difusão das expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem, em todas as suas formas e modos próprios como religião; rituais e festas populares; arte popular; mitos, histórias e outras narrativas orais; processos populares de transmissão de conhecimentos; medicina popular; alimentação e culinária popular; pinturas, desenhos, grafismos e outras formas de artesanato e expressão plástica; escritos; danças dramáticas; audiovisual; dentre outros.

As inscrições para o edital estarão abertas até 5 de abril de 2013 e poderão ser realizadas pela internet, por meio do Sistema SalicWeb, ou por via postal, sendo necessário, em ambos os casos, encaminhar a documentação e anexos exigidos pelo edital.

O Prêmio

O Prêmio Culturas Populares foi instituído pela Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (SID/MinC) no ano de 2007, como forma de reconhecer a atuação exemplar de Mestres e de Grupos/Comunidades praticantes de expressões das culturas populares brasileiras, fortalecendo as expressões ao mesmo tempo em que identifica, valoriza e dá visibilidade às atividades culturais protagonizadas por Mestres e Grupos/Comunidades com ênfases na estratégia de preservação de suas identidades culturais. O Prêmio já teve três edições, somando 695 iniciativas premiadas em todo o país com um investimento total de R$ 6,9 milhões.

Informações
Dúvidas e informações referentes a este Edital poderão ser esclarecidas e/ou obtidas junto à SCDC/MinC, por meio do endereço eletrônico: culturaspopulares@cultura.gov.br

Confira aqui o Edital.

(Redação: Heli Espíndola, Comunicação/SCDC)
(Fotos: Site oficial do Mazzaropi)

terça-feira, 13 de novembro de 2012

3ª Virada Inclusiva - Participação Plena!

 


   

Nos dias 1, 2 e 3 de dezembro de 2012 (sábado, domingo e segunda-feira) será realizada a 3ª edição da "Virada Inclusiva - Participação Plena", em comemoração ao "Dia Internacional da Pessoa com Deficiência".

    Inspirado na Virada Cultural e na Virada Esportiva, o evento vai oferecer mais de 800 atividades de cultura, esporte e lazer em mais de 80 cidades do Estado de São Paulo, reunindo sempre pessoas com e sem deficiência.

   Os locais e as atrações terão acessibilidade fĩsica e de comunicação, para que TODOS possam participar ou acompanhar as atividades em igualdade de condições.

    A Virada Inclusiva é organizada em conjunto por órgãos públicos e instituições da sociedade civil, sob a coordenação da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e contando com a participação voluntária de pessoas e grupos do mundo artístico e esportivo.

    Os municípios e instituições que queiram aderir devem enviar email para viradainclusiva@sp.gov.br


    Conheça a programação da capital paulista e outros municipos participantes.

(Fonte: Virada Inclusiva)

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, edição 2013-2014.

Estão abertas as inscrições para a maior seleção pública para circulação de peças teatrais no país, o Programa Petrobras Distribuidora de Cultura, edição 2013-2014.

Assim como nas edições anteriores, o objetivo é contemplar projetos teatrais profissionais, não inéditos, nas categorias adulto e infanto-juvenil, relevantes dentro do cenário cultural brasileiro. O valor total da verba é de R$ 15 milhões para o biênio 2013-2014.

Além do aumento de 20% na verba do programa, outra novidade deste ano é que, com objetivo de democratizar o acesso de proponentes de todas as regiões do país, serão selecionados, no mínimo, 5% dos projetos inscritos por diferentes pessoas jurídicas sediadas em cada região do país. Ou seja, a cada vinte projetos inscritos por diferentes empresas de determinada região, no mínimo 1 deverá ser contemplado. Todos os critérios estão detalhados no regulamento em anexo.


Saiba mais:

- Leia o Regulamento da edição 2013/2014 (PDF)
- Manual de Preenchimento (PDF)
- Perguntas Frequentes

(Fonte: www.br.com.br)

domingo, 4 de novembro de 2012

Conferência Internacional Direitos Culturais.

O Sesi, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, promove a "Conferência Internacional Direitos Culturais" com a participação do Prof. Dr. José Teixeira Coelho e do Prof. Dr. Saúl Sosnowski.

Entre os temas discutidos estão o que se entende por cultura, quais os direitos culturais e como eles se relacionam com outros direitos de cidadania, e como esses direitos contribuem para o fortalecimento da democracia.

Local: Portão Cultural
Avenida República Argentina, 3430 - Portão - Curitiba/PR
Data e Horário: 08 de novembro ás 18h30
Entrada: Gratuita mediante inscrição                                                         

Faça sua inscrição Aqui
(Fonte: Sesi PR)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...