quinta-feira, 6 de março de 2014

Lei Municipal de Incentivo ao Esporte vai ajudar 347 projetos em 2014.

Na imagem, o esgrimista Athos Schwantes, 27 anos (esq.), atleta beneficiário da 
Lei Municipal de Incentivo ao Esporte.  Foto: Cesar Brustolin/SMCS(Arquivo)

Em 2014, 347 projetos técnicos apresentados por atletas e paratletas (olímpicos ou não), técnicos esportivos e pessoas jurídicas serão beneficiados com o repasse de verbas da Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. Será destinado R$1,6 milhão para esses projetos.
Houve aprovação de 72,59% dos 478 projetos esportivos apresentados ao Departamento de Incentivo ao Esporte e Promoção Social da Secretaria Municipal do Esporte, lazer e Juventude. O resultado está disponível no Diário Oficial do Município (número 41 de 27 de fevereiro/2014).
Os projetos foram protocolados pelos interessados na primeira quinzena de dezembro de 2013 e durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro passaram por detalhada análise, que levou em conta o currículo do atleta e a apresentação de documentação específica. No último dia 20 de fevereiro, a Comissão de Incentivo ao Esporte (CIE) se reuniu para definir os resultados.
Dos 478 projetos protocolados, 351 foram inscritos no segmento pessoa física-rendimento, com destaque para as modalidades Judô (com 47 projetos), natação (33), taekwondo (28) e triathlon (27). No segmento paratleta foram apresentados 44 projetos, sendo 12 para natação e onze para o tênis de mesa.
No segmento Pessoa Jurídica, representado por Associações Esportivas, Associações de Pais Professores e Funcionários de Escolas Públicas (APPFs), associações de moradores, entre outras, foram mais 51 projetos sendo quatro de entidades paradesportivas. No segmento Educação, representado em sua maioria por técnicos desportivos e paradesportivos, foram protocolados 32 projetos.
Neste ano houve um aumento qualitativo dos projetos inscritos em busca de recursos, mesmo com  rigorosos critérios de análise adotados pela comissão julgadora. “A política de atendimento visa incentivar atletas, paratletas, técnicos esportivos e paradesportivos assim como entidades sem fins lucrativos de natureza esportiva, com acompanhamento constante da equipe técnica do nosso departamento, desde o protocolo do projeto até a prestação final de contas", explicou o diretor do Departamento de Incentivo ao Esporte e Promoção Social, Antônio Candido de Medeiros Júnior.

Novidade
A Comissão de Incentivo criou o segmento “Atleta Juventude”, que contará com 21 beneficiados. “Isso só foi possível devido à política de valorização da juventude que vem sendo adotada pela secretaria nesta gestão”, complementou o diretor.  Essa categoria promove o trabalho dos atletas que representam Curitiba nos Jogos da Juventude (entre 14 e 17 anos).

Incentivadores
São incentivadores do esporte em Curitiba em 2014, 99 entidades civis sem fins lucrativos, incluindo clubes sociais. Após cadastro no Departamento de Rendas Imobiliárias da Secretaria Municipal de Finanças e anexação de documentos, as entidades obtiveram dedução de dois terços do valor do IPTU, sendo que um terço restante do valor foi destinado ao custeio de projetos esportivos.

O Incentivo ao Esporte de Curitiba é regulamentado por meio do Decreto Municipal nº 1133/2013 de 27 de agosto de 2013.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...